Xokleng, Guaranis e Kaingang, da Terra Indígena Ibirama, protestam contra o PL 490, na BR-470, em Ibirama

Povos indiginas de todo o Brasil protestam contra o PL 490, a exemplo do ato ocorrido na terça-feira, 23 de junho, que se repetiu nesta terça-feira, 29, com intervalo de uma semana. No Alto Vale do Itajaí houve protesto novamente na BR-470, em Ibirama, com moradores da Terra Indígena Ibirama Laklano (Fotos Marcelo Zemke – Rede Vale Norte).

Repostagem APIB – Articulação dos Povos Indígenas do Brasil
#LevantePelaTerra

É momento de unir forças!

🏹Parentes de todas as regiões do país, estamos atravessando momentos turbulentos, é hora de juntar nossas energias e chamar os espíritos ancestrais para lutarmos em defesa de nossos territórios.

👉🏽Esse projeto de lei fere nossos direitos constitucionais, violenta nossos territórios, e mata os sonhos das futuras gerações, acabando com as demarcações de Terras Indígenas e flexibilizando a invasão de territórios já demarcados. Essa proposta representa o genocídio de nossos povos, mantenhamos nossa vigilância e vamos a luta, esse é um chamado para gritarmos juntos contra o retrocesso de nossos direitos e toda tentativa de apagar nossa história.

🤝🏼Mais de 850 lideranças e 47 povos estão em Brasília no Movimento Nacional #Levantepelaterra, desde o dia 08 de junho, a resistência é a marca de nossa história, e vamos continuar firmes e atentos.

🏹🤝🏼Se mobilizem em seus territórios, comunidades e aldeias e avancemos em união, dizendo não a todos os PLs anti-indígenas.

📲Acompanhe a mobilização em nossas redes @coiabamazonia e nos perfis APIB – Articulação dos Povos Indígenas do Brasil , @midiaindiaoficial e @midianinjasp

APIB

#TerraIndígenaFica #PL490NÃO