Movimentos sociais homenageiam os mais de 500 mil mortos por Covid-19

Em Rio do Sul o Fórum das Entidades do Campo e da Cidade do Alto Vale do Itajaí, organiza as ações de luta e de resistência

0
146

Ativistas independentes e militantes da Articulação Respira Brasil, da Marcha Mundial das Mulheres e do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) lembraram os mais de 500 mil mortos por Covid-19 no Brasil, num ato por memória e justiça. 

Em São Paulo, foram acesas 500 velas para lembrar as vítimas da pandemia no país na escadaria do Largo da Memória, no Anhangabaú, na noite desta segunda-feira (21). Os manifestantes se somam à Campanha Nacional Fora Bolsonaro e pedem “vacina no braço e comida no prato”.
Em Rio do Sul os movimentos sociais e populares, articulados pelo Fórum das Entidades do Campo e da Cidade do Alto Vale do Itajaí realizou ato público em efesa da vida por vacina, auxílio emergencial e pelo fora Bolsonaro, na Praça Ermembergo Pellizzetti, no dia 19 de junho. Os mortos pela Covid da região, do estado e do país foram lembrados com indignação pela má condução da pandemia por parte do governo central do país. O ato também expressou solidariedade às vítimas e familiares. Alimentos foram arrecadados para famílias carentes e máscaras PFF2 foram distribuídas gratuitamente as pessoas que participaram ou que passaram pelo ato. 
O movimento #ForaBolsonaro prepara novos atos com o povo na rua no dia 24 de julho. Sempre com atenção aos protocolos de segurança em relação à pandemia.