(Charge pode isso 200)

Pode isso 200

Do G 1

O desmatamento da Amazônia no último mês de abril foi de 778 km², o maior valor para o mês registrado nos últimos dez anos, segundo dados do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

O índice é 45% maior que o desmatamento registrado em abril de 2020. Em março, também foi registrado recorde histórico, quando o Imazon constatou 810 km² de floresta devastada.

Os estados com maior área desmatada são: Amazonas – 28%; Pará – 26%; Mato Grosso – 22%; Rondônia -16%; Roraima -5%;  Maranhão – 2% e Acre 1%.

“Em Lábrea e Apuí, no Amazonas, municípios que lideram o ranking dos 10 que mais desmataram, houve perda de 126 km² de floresta, o que representa quase 60% de todo o desmatamento do Estado detectado em abril”, diz o Imazon.

Se Carluxo for convocado à CPI, Bolsonaro ameaça com decreto sobre lockdown

De O Bastidor:

O presidente Jair Bolsonaro recebeu do Advogado-Geral da União, André Mendonça, o texto do decreto que impede governadores e prefeitos de adotarem medidas restritivas no combate à pandemia.

A ideia é usar as Forças Armadas para garantir a abertura do comércio e outras atividades econômicas. Bolsonaro tem dito a aliados do Senado que se seu filho Carlos for convocado a prestar depoimento à CPI da Pandemia, ele vai publicar o decreto. (…) X.X.X.

Randolfe denuncia ameaças a senadores e pede proteção policial aos integrantes da CPI

Do 247

O vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse que integrantes do colegiado estão endo alvos de ameaças por meio de comunicações pessoais enviadas por aplicativos de mensagens e informou que estará comunicando as ocorrências à Polícia Federal ainda nesta terça-feira 18, para que o caso seja investigado.  

Randolfe não mencionou, mas os senadores de oposição são os alvos das ameaças. Segundo o parlamentar, as ameaças são fruto de uma ação coordenada. 

O presidente da Comissão, Omar Aziz, disse que ofício será encaminhará ainda hoje e que essas ameaças viraram rotina, mas ‘o trabalho continua’.

General Ramos, chefe da Casa Civil, assinou projeto que criou orçamento secreto

Do 247

O general Luiz Eduardo Ramos, atual chefe da Casa Civil, articulou, quando chefe da Secretaria de Governo, proposta para distribuir R$ 3 bilhões e conquistar o controle do Congresso.

Em 3 de dezembro de 2019, o general Ramos assinou o projeto de lei que criou a emenda chamada RP9. É um caso atípico, pois propostas sobre orçamento costumam passar pelo crivo do Ministério da Economia.

Esse projeto é o orçamento secreto, revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo, cuja existência o governo Bolsonaro tem negado.

No mesmo projeto enviado ao Congresso, o general Ramos chegou a incluir no texto um artigo, o 64-A, que dava ao Congresso o direito de indicar o que deveria ser feito com o dinheiro. Agora na Casa Civil, Ramos é o homem forte do governo no Planalto e mantém influência na articulação política. Em fevereiro, com o orçamento secreto, ele garantiu as vitórias dos aliados Arthur Lira, na Câmara, e de Rodrigo Pacheco (DEM-MG), no Senado.

Bispa diz que foi feito ritual satânico para matar Kevin: “Pediram para matar todos esses MCs”

Do DCM/ Essencial

A morte precoce do funkeiro MC Kevin, que aconteceu na noite de domingo 16, causou forte comoção nacional. O cantor de 23 anos morreu após cair da varanda do 5° andar de um hotel onde estava hospedado no Rio de Janeiro.

Na segunda 17, o MC Lon, funkeiro e amigo de Kevin, compartilhou em suas redes sociais áudio que recebeu de uma bispa. No áudio, ela foi identificada como Regina Silva, e fez alerta para o cantor e outros artistas do funk.

Segundo a religiosa, ela recebeu revelação divina de que foi feito um ritual satânico para matar seis MCs famosos. A bispa conta que viu alguém sacrificando um animal grande, em oferecimento ao diabo, para os funkeiros morrerem.  No áudio, ela diz que está orando pelos jovens, para que essa maldição seja quebrada.

No entanto, a religiosa diz que Deus mandou dizer a Lon que está dando ĺivramento a ele. Porém, segundo ela, mais mortes de MCs poderão acontecer. O cantor compartilhou nos Stories do seu Instagram a mensagem que recebeu da bispa, e pediu para os colegas funkeiros se afastarem do mal, pois o diabo está furioso.

Lula: privatizar a Eletrobras é crime contra o povo e o futuro do país

Do PT.

“Está em curso mais um crime contra o povo brasileiro e o futuro do nosso país. O alvo da vez é a Eletrobrás, que Bolsonaro quer vender a preço de banana, colocando em risco a soberania e a segurança energética do Brasil, advertiu o ex-presidente Lula nesta terça-feira, 18, em seu perfil de Twitter.

Segundo Lula, “se esse crime não for evitado, a privatização da Eletrobrás vai também elevar consideravelmente as tarifas de energia, levando a conta de luz a fazer companhia aos preços abusivos do gás de cozinha, da carne e dos demais alimentos, que não param de subir”.

No mesmo post, Lula alerta para “o risco de apagões, como o que aconteceu em novembro no Amapá. Uma série de falhas cometidas pela empresa privada responsável afetou o abastecimento de energia elétrica e água encanada, além dos serviços bancários, internet e telefonia, levando o caos à população”.

O ex-presidente que a Eletrobrás é a maior empresa de energia da América Latina. “São 48 usinas hidrelétricas, 62 eólicas, 12 termelétricas, duas termonucleares e uma solar. Além de mais de 70 mil quilômetros de linhas de transmissão, suficientes para dar uma volta e meia ao redor da Terra”, diz.

A importância da empresa estatal foi lembrada por Lula. Segundo o ex-presidente, “a empresa foi responsável pela operação do programa Luz para Todos, criado no nosso governo, que levou energia elétrica a quase 17 milhões de brasileiros que viviam na escuridão, em pleno século 21″. “Privatizar a Eletrobrás é entregar de bandeja esse inestimável patrimônio duramente construído pelo povo brasileiro”, vaticina Lula. “É permitir que interesses privados passem a controlar as barragens e as vazões das águas, bem como o acesso a importantes fontes hídricas do nosso país”. (…)