Começa a caminhar a implantação Do Centro de Inovação de Rio do Sul

0
821

Ao entrar em funcionamento, o Centro terá o compromisso de ajudar a tornar mais completo e eficiente o ecossistema da inovação na cidade

Definida a diretoria do comitê de implantação do Centro de Inovação de Rio do Sul. O presidente é Fábio Alexandrini, secretário de Infraestrutura (SEINFRA) da Prefeitura.Gabriel Soldatelli Murara, representante da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi), é o secretário. Com os cargos decididos, o grupo passará agora a se encontrar mensalmente para dar andamento ao projeto de implantação.

A reunião foi realizada na semana passada e quase todas as instituições integrantes do comitê contaram com representantes. O grupo é baseado em uma divisão de representantes, com a participação de quatro entidades empresariais, quatro instituições de ensino, dois representantes do governo municipal e dois membros do governo do Estado.

Alexandrini explica que o comitê agora atuará em duas frentes de trabalho. A primeira delas será um estudo da vocação da região, ou seja, quais são as áreas que o Centro de Inovação deverá atuar. “A nossa região é multissetorial, temos negócios de vários segmentos. Isso é uma caraterística positiva e ajuda a superar a crise, pois ao mesmo tempo que empresas estão demitindo, outras estão contratando”, comenta.

A outra frente de trabalho estará voltada para o cronograma de ações do comitê que darão andamento ao processo de implantação. Em seguida, o grupo buscará recursos no Governo Estadual ou Federal para a construção do prédio que abrigará o Centro de Inovação.

Dentro do comitê, a Prefeitura também é representada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDEC), que está realizando levantamento para que o grupo possa compreender a realidade econômica da cidade. “Vamos dar todo o apoio necessário para a criação do Centro de Inovação. Sabemos da capacidade da nossa população e queremos tornar Rio do Sul cada vez mais empreendedora”, enfatiza o secretário Paulo José Fiamoncini.

Ao entrar em funcionamento, o Centro terá o compromisso de ajudar a tornar mais completo e eficiente o ecossistema da inovação na cidade. Esse processo se dará através de várias ações a serem desenvolvidas, como o apoio a empreendedores em diversos níveis e a formação de talentos inovadores.