A iniciativa de levar os alunos ao centro ambiental integra o Programa Pedagógico de Educação Ambiental, Econômica e Empreendedora

A Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida (Apremavi) recebeu os alunos dos quintos anos dos Centros de Educação Rudolfo Theilacker, Adolfo Hedel e Joaquim Muniz da Costa, de Agrolândia, que tiveram a oportunidade de conhecer o viveiro de mudas de árvores nativas, em Atalanta.

Durante a visita, o grupo foi coordenado por integrantes da equipe do Centro Ambiental Jardim das Florestas. Além do viveiro, as crianças conheceram o mirante e fizeram uma caminhada até uma nascente de água. De acordo com a coordenadora pedagógica que acompanhou os alunos, Poliana Kalinca Will, todos aprenderam muito com a atividade. “A maioria dos alunos tinha curiosidades e questionamentos, ficaram deslumbrados com a quantidade e diversidade de árvores e voltaram com mais conhecimento”, observa ela.

A iniciativa de levar os alunos ao centro ambiental integra o Programa Pedagógico de Educação Ambiental, Econômica e Empreendedora. “Estamos dando continuidade a esse trabalho, que já foi realizado em Agrolândia há alguns anos”, afirma Poliana. “Agradecemos a receptividade e a acolhida em Atalanta e, também aos motoristas do transporte escolar e à secretária de Educação de Agrolândia, que nos proporcionaram esses momentos”.

Na opinião do prefeito Urbano José Dalcanale, todas as ações que envolvem a educação ambiental são válidas, para que a conscientização chegue ao maior número de pessoas possível. “A conscientização de crianças, desde cedo, faz com que essa mensagem seja levada de forma mais efetiva aos adultos e precisamos que todos trabalhem unidos, para fazer a diferença, quando o assunto é preservação do meio ambiente”, ressalta.