BR-470 em estado deplorável. Sobram buracos e faltam ações do governo federal para melhorias das BRs

Resultado de pregão de agosto para operação tapa-buraco da BR-470 ainda não foi divulgado oficialmente pelo DNIT. Mas o que precisa mesmo é de recapeamento de toda a pista

0
3808
Trechos no Alto e no Médio Vale são os mais críticos. Foto: PRF/Divulgação

Quem anda pela BR-470 sabe da situação precária que a rodovia federal se encontra. Muitos buracos vêm gerando prejuízos e até causando acidentes.

Sem novas licitações até agosto deste ano por parte do atual governo federal, a tendência é de que a situação vai se agravar, causando ainda mais transtornos ao tráfego, porque todos sabem da burocracia e da demora em efetivamente se iniciar as obras.
.
De quem é a culpa?
.
Alguns desinformados culpam governos anteriores, tentando esconder o sol com peneira ou com a buraqueira da BR-470, a incompetência da atual gestão do governo federal.
.
A reportagem do Jornal Alto Vale Online procurou o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), órgão do Governo Federal responsável pelas BRs no país, para esclarecer o que foi feito em governos anteriores e o que deveria estar sendo feito pelo atual governo, sob o comando do presidente Jair Bolsonaro.
.
O DNIT disponibilizou um relatório de 2003 a 2014, período dos governos Lula e Dilma, com os principais investimentos em melhorias e ampliação de faixas viárias federais em Santa Catarina.
.
A BR-470 recebeu manutenção constante em recapeamento e operações para tapar buracos quando surgiam. Além disso foram feitas terceira pista em vários trechos e diversos acessos, melhorando consideravelmente a trafegabilidade. Também foi licitada e iniciada a duplicação da BR-470 entre Navegantes e Indaial, superando toda a tramitação legal, de licença ambiental e de projeto, parte mais complexa de uma duplicação de rodovia, principalmente quando corta diversas áreas urbanas.
.
No período foram investidos mais de R$ 5 bilhões em Santa Catarina.
.
O DNIT realizou pregão em agosto deste ano e promete iniciar a manutenção da rodovia ainda em 2021. Esse pregão é para operação tapa-buraco, maior urgência. Mas o atual quadro deplorável da BR-470 aponta que mais que tapar buraco é preciso recapeamento de toda a pista.
.
A verdade é que buracos não nascem num governo para serem tapados noutro governo. Uma rodovia precisa de atenção constante, de planejamento e de previsão orçamentária para a manutenção das pistas na hora certa. É o que está faltando ao atual governo. Enquanto isso, vamos desviando de um buraco e cuidando para não cair em outro. Pobre do nosso bolso!
.
Fica a dica: dirija devagar e com cuidado redobrado, para não ter prejuízo com rodas, pneus e suspensão, principalmente, e para não sofrer com acidente.
.
Clique aqui para acessar relatório 2003-2014 do DNIT de Santa Catarina e você mesmo conferir quais e onde foram os investimentos do período. Relatório enviado pelo ex-Superintendente Estadual do DNIT de Santa Catarina, João José dos Santos.
.
Por Aurio Gislon, jornalista socioambiental, graduado em Comunicação Social.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui