Planalto avalia fazer relatório paralelo para se contrapor à CPI

0
276
(Charge pode isso 209)

Pode isso 209

Com informações da CNN Brasil

O Palácio do Planalto avalia elaborar um relatório paralelo para se contrapor ao documento que está sendo elaborado pelo relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL). De acordo com reportagem da CNN Brasil, o temor é que Renan impute a Jair Bolsonaro e a outros membros do governo ao menos três crimes: crimes contra a humanidade, crimes de responsabilidade e crimes comuns. 

Ainda conforme a reportagem, a possibilidade de que o relatório da CPI acuse Bolsonaro de crimes contra a humanidade é a que mais assusta o Planalto. De acordo com interlocutores de Renan, este tipo de crime deverá ser colocado no documento final uma vez que os eventuais crimes comuns e de responsabilidade não deverão ter resultados práticos. 

 “Para ser processado por crime comum, é preciso uma denúncia da Procuradoria-geral da República, algo improvável a ser feito por Augusto Aras. Crime de responsabilidade seria tocado pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), algo considerado também improvável”, destaca a reportagem.

STF autoriza abertura de inquérito contra Salles por suspeita de favorecimento de madeireiros ilegais

Do 247

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia autorizou nesta quarta-feira 2, a abertura de inquérito contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, suspeito de favorecer madeireiros que atuam ilegalmente na Amazônia.

O pedido partiu da Procuradoria-Geral da República (PGR) após uma notícia-crime apresentada pelo ex-superintendente da Polícia Federal do Amazonas, Alexandre Saraiva. 

Saraiva acusa Salles de tentar atrapalhar a Operação Handroanthus, que investiga um esquema de desmatamento ilegal na região.

A ministra também determinou que prestem depoimento os proprietários rurais envolvidos nos fatos citados e os agentes de fiscalização do Ibama e da própria PF. 

Ela ainda autorizou a requisição de cópia dos procedimentos de fiscalização ambiental e a tomada de depoimento de Salles. As diligências precisam ser cumpridas em até 30 dias, segundo decisão da magistrada.

STF marca para 23 de junho a finalização do julgamento de Moro, condenado por parcialidade contra Lula

Informação do jornal O Globo

O ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), marcou para o próximo dia 23, a retomada do julgamento da suspeição do ex-juiz Sergio Moro no caso do tríplex do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, informa o jornal O Globo. 

Dois ministros ainda não votaram: o decano, ministro Marco Aurélio Mello, e o presidente da Corte, ministro Luiz Fux. No final de abril, o plenário do Supremo formou maioria para validar a decisão da Segunda Turma que considerou Moro parcial no caso do apartamento do Guarujá, mas o julgamento foi suspenso após pedido de vista do decano.

A data da retomada foi discutida pelos ministros que ainda não votaram para que o decano vote antes de sua aposentadoria, marcada para 5 de julho.

Com aumento nos preços, consumo de carne vermelha no Brasil é o menor em 25 anos

Da Revista Fórum

O consumo de carne bovina no Brasil caiu para o menor patamar em 25 anos, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A queda é justificada pelo cenário de crise, aumento nos preços e queda na renda do brasileiro, que ficou com um auxílio emergencial menor em relação ao ano passado.

O Conab também aponta que a crise dos últimos anos, com a recessão de 2014 e a nova crise causada pela Covid-19, vem derrubando o consumo total de carnes no país. O preço do alimento vem aumentando – a inflação da carne está em 35,7% no acumulado em 12 meses, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, em 2021, o consumo deve ficar 5,3% abaixo do pico.

Cada pessoa consumiu em média 29 kg de carne vermelha em 2020, 5% a menos do que em 2019. A previsão é de que neste ano de 2021 o consumo per capita fique em 26,4 kg. É uma queda de quase 14% em relação a 2019.

O ano em que o brasileiro mais comeu carne vermelha foi 2006, final do primeiro mandato do governo Lula, quando a média por pessoa chegou a 42,8 kg.

Brasil perde sete posições no ranking de crescimento do PIB em nível mundial

Por Marcelo Hailer – Revista Fórum

Mesmo com o crescimento econômico no primeiro trimestre, segundo o ranking de crescimento em 2021, realizado pela Austin Rating, o Brasil perdeu sete posições, caindo para a 19ª colocação entre 50 países.

No levantamento feito no quarto trimestre de 2020, entre os países analisados, o Brasil ocupava a 12ª colocação em crescimento.

A Croácia foi o país com o melho9r resultado, com alta de 5,8%. Em seguida, aparecem Hong Kong, com 5,4%, e Estônia, com 4,8%. No caso do Brasil, o aumento do PIB no primeiro trimestre foi de 1,2%.

O economista-chefe da Austin Ranting, Alex Agostini, disse que o Brasil teve um bom crescimento, mas na perspectiva global o país “não está tão bem assim”.

Agostini também destaca que a vacinação em massa é fundamental para a retomada do setor de serviços, o principal da economia brasileira.

Com o resultado do primeiro trimestre, o PIB brasileiro retomou ao patamar do quarto trimestre de 2019, período pré-pandemia. Porém, o IBGE ressalta que o resultado recente está 3,1% abaixo do ponto mais alto da atividade econômica do Brasil, registrada no primeiro trimestre de 2014.

“Os alvos diletos de Bolsonaro e dos bolsonaristas são as jornalistas mulheres”, diz Cynara Menezes

Do 247

A jornalista Cynara Menezes, em entrevista à TV 247 nesta quinta-feira 3, comentou o mais recente ataque de Jair Bolsonaro contra a imprensa, personalizado desta vez na jornalista Daniela Lima, da CNN Brasil.

Para Cynara o alvo preferido de Bolsonaro e dos bolsonaristas são as jornalistas mulheres, o que evidencia “problemas claríssimos” do chefe do governo federal com mulheres. “Não é a primeira vez que Bolsonaro ataca jornalistas mulheres. O alvo dileto do Bolsonaro e do bolsonarismo são as jornalistas mulheres. Ele já atacou a Patrícia Campos Mello, ele já expôs a Constança Rezende, que foi exposta pelo presidente da República no Twitter com foto e tudo, agora ele está atacando a Daniela Lima. O problema do Bolsonaro e do bolsonarismo é com as mulheres, eles têm problemas claríssimos com mulheres”.