(Charge pode isso 171)

Pode isso 171

Do Conjur 

Nesta segunda-feira 5, o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (MPTCU) pediu que a corte avalie a pertinência das despesas das últimas férias do presidente Jair Bolsonaro, que chegaram a R$ 2,4 milhões.

“Em um momento normal, tal montante já seria absurdo, todavia, na situação ora vivenciada, configura flagrante escárnio com o sofrimento do povo brasileiro”, aponta o documento, assinado pelo subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado.

Os valores foram levantados pelo deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) e noticiados pelo Poder 360. Segundo informações da Secretaria-Geral da Presidência da República e do Gabinete de Segurança Institucional, em menos de vinte dias entre dezembro e janeiro, foram gastos cerca de R$ 1 milhão com locomoção e R$ 200 mil com equipes de segurança.

Além disso, o presidente gastou R$ 1,2 milhão com o cartão corporativo da Presidência. As despesas incluem hospedagem, alimentação e entretenimento para o presidente, sua família, as equipes de profissionais e convidados.

Reações adversas à cloroquina disparam 558% e Anvisa já registra nove mortes, diz levantamento

Do Globo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) notificou, após de março de 2020, nove mortes por efeitos adversos decorrentes do uso de medicamentos do chamado “kit Covid” como cloroquina e hidroxicloroquina, remédios sem comprovação científica no tratamento contra a Covid-19. No caso da cloroquina, recomendado por Jair Bolsonaro, o aumento nas notificações por efeitos adversos foi de 558%. Os dados constam de um levantamento feito pelo jornal O Globo com base no Painel de Notificações de Farmacovigilância mantido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Pobreza triplicou em seis meses e número de brasileiros nesta condição ultrapassa 27 milhões

Do 247

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas aponta que a pobreza no Brasil se acelera velozmente. Em seis meses, o número de brasileiros que vivem na pobreza quase triplicou. O número de pobres saltou de 9,5 milhões em agosto de 2020 para mais de 27 milhões em fevereiro de 2021. Está faltando comida na mesa dos brasileiros. A fome voltou a ser um problema relevante no país, um agudo problema social. 

O economista Marcelo Nery, da FGV Social, entrevistado no Jornal Nacional, diz que em março deste ano, sem auxílio emergencial, o Brasil passou a viver o pior nível de pobreza de toda a série histórica que começa em 2012.

O economista Sergio Firpo, professor do Insper, acredita que a vacina é a forma mais barata de resolver os problemas econômicos e sociais. Ele diz que os trabalhadores sem carteira assinada também precisam de incentivos, como linhas de financiamento especiais.

Notificado judicialmente, membro do MDB pede que Osmar Terra prove que não é um “escroque”

Da Coluna Painel na Folha:

Notificado extrajudicialmente por Osmar Terra (MDB-RS) por tê-lo chamado de “escroque” em um grupo de membros do partido, o emedebista Bruno Kafka reagiu enviando também uma notificação ao deputado.

No documento, o empresário diz que é possível argumentar que Terra é, sim, um escroque, dado que propagou narrativas sem respaldo científico durante a pandemia, colocando as vidas das pessoas em risco. Terra é um dos principais negacionistas da Covid-19.

E agora Kafka notifica Terra para que ele, então, prove que as afirmações que fez sobre a pandemia são verdadeiras e que suas previsões se realizaram, sob pena de validar o uso do termo “escroque” para qualificá-lo.

Em sua notificação, ele tenta demonstrar como os adjetivos relacionados a escroque servem para definir o comportamento de terra ao longo da pandemia. (…)

Atolado na direita, Ciro delira e quer Lula de vice

Do DCM/Essencial

O pedido de Ciro Gomes para que Lula dê um “passo atrás” na eleição de 2022 foi visto por parte da esquerda como um “convite” do pedetista ao ex-presidente.

Ele pediu que o petista “olhasse o que a Cristina Kirchner fez na Argentina em que, tendo uma força grande, deu um passo atrás e ajudou a Argentina a se reconciliar”, fala que foi interpretada como um pedido para que Lula seja seu vice. Cristina Kirchner foi presidente da Argentina de 2007 a 2015 e agora é vice de Alberto Fernández.

Segundo apurou o Estadão, o PT não quer saber da proposta de Ciro e o apelo foi visto como gesto de “desespero”. Eles dizem que a declaração teve um timing ruim: nesta segunda-feira 5, a pesquisa XP/Ipespe mostrou Lula à frente de Bolsonaro em 2022. Vale lembrar ainda que Ciro se uniu a golpistas para assinar um manifesto.

Velha imprensa esconde pesquisa que mostra Lula como líder e o menos rejeitado

Jornalões da velha mídia continuam perseguindo Lula. Sonegaram de seus leitores nesta terça-feira 6, a notícia política mais importante deste início de semana: a que revela que Lula tem a menor rejeição entre todos os políticos brasileiros e venceria Bolsonaro no primeiro e no segundo turnos se a eleição fosse hoje, segundo pesquisa da XP/Ipespe. O Globo, Folha e Estadão não deram uma linha sequer sobre o assunto. Compreensível, para veículos de comunicação cumplices do golpe de 2016 que levou a democracia do país para a beira do abismo.

Conforme o levantamento, Lula vence Bolsonaro por 42% a 38% e também derrota o ex-juiz Sergio Moro, o outro nome da extrema-direita. Bolsonaro empataria com Ciro Gomes e venceria outros potenciais candidatos em segundo turno.

Comissão de juristas da OAB entra com pedido de impeachment de Bolsonaro

Da Coluna de Ancelmo Gois no Globo:

A Comissão de Juristas, criada por Felipe Santa Cruz para apurar a conduta de Jair Bolsonaro na pandemia, decidiu encaminhar ao presidente da OAB  a posição pelo pedido de impeachment do presidente  por crimes de responsabilidade no período.

A comissão é presidida pelo ministro Ayres Brito e tem a participação de Miguel Reali, Nabor Bulhões, Siqueira Castro e Kakay, entre outros grandes nomes.

(…)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui