Viraliza VÍDEO de Daniel Silveira comemorando prisão de “mais um vagabundo retirado da sociedade”. (Foto: Divulgação)

Pode isso 143

De Natália Portinari no Globo.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), tenta costurar um acordo com o  Supremo Tribunal Federal (STF) para reverter a prisão de Daniel Silveira (PSL-RJ), deputado bolsonarista. Silveira foi preso em flagrante após publicar um vídeo com ameaças ao Supremo.

Lira, eleito recentemente com apoio do presidente Jair Bolsonaro, quer convencer Alexandre de Moraes, relator do caso, a substituir a prisão por uma medida cautelar, como a suspensão do mandato. O diagnóstico de seus aliados, porém, é de que a chance de esse acordo prosperar é baixa. O STF confirmou por unanimidade a prisão de Silveira.

Se não houver acordo, a expectativa da cúpula da Câmara é colocar o assunto em votação já amanhã, na quinta-feira. Em conversas com interlocutores, Arthur Lira tem defendido reverter a prisão de Daniel Silveira, para que não se crie um precedente negativo.

No entorno de Lira, porém, lideranças do Centrão acreditam que o desgaste de confrontar o Supremo não vale a pena nesse caso. Dizem que Daniel Silveira extrapolou o limite da imunidade parlamentar ao agredir os ministros do Supremo com ofensas pessoais. Os líderes são a favor de manter a prisão para evitar um desgaste institucional.

Desavergonhado! Onde fica o respeito ao Estado de Direito?

Prefeitos cobram Bolsonaro por cronograma de vacinação: “não é momento de armas e munições”

Frente Nacional de Prefeitos

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) do Brasil emitiu nota nesta terça-feira 16, cobrando Jair Bolsonaro e o governo federal por um cronograma de prazos e metas para a imunização da população contra Covid-19.

No texto, a entidade lembra que em 14 de janeiro, em reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello e, mais de 130 governantes, ficou combinado que a cada 10 dias o chefe da Saúde se reuniria com a comissão de prefeitos. O trato, no entanto, segundo a FNP, não foi cumprido.

Os prefeitos ainda afirmam se tratar de um desrespeito Bolsonaro conduzir políticas de liberação de armas e munições enquanto o país vive uma forte onda de casos de coronavírus e vê, mais uma vez, milhares perdendo a vida em poucos dias. “Por isso, a FNP reitera que não é momento para discutir e avançar com a pauta de costumes ou regramento sobre aquisição de armas e munições. Isso é um desrespeito com a história dos mais de 239 mil mortos e uma grave desconsideração com a população”.

Bolsonaro vai enviar comitiva a Israel para comprar spray nasal anticovid

Do UOL.

Em visita ao estado de Santa Catarina, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou que enviará uma comitiva para negociar o spray nasal EXO-CD24, desenvolvido por um laboratório de Israel.

O medicamento ainda não tem estudos que comprovam sua eficácia no combate a casos graves de covid-19, como diz Bolsonaro.

Não aprendeu com a cloroquina… É caso de cadeia!

Bravata: Silveira estará solto em 24h, diz Roberto Jefferson, que também deveria estar preso

O golpista Roberto Jefferson, afirmou que Daniel Silveira, bolsonarista preso por atacar ministros do STF, estará solto em 24 horas. “O Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, já determinou ao jurídico da Casa a defesa do Deputado Daniel Silveira, que terá sua prisão revogada em 24 horas. O supremo, definitivamente, passou de todos os limites. Ditadura da toga”.

Não se sabe o por quê de Roberto Jefferson ainda estar solto?

“A toga não é mais forte que o fuzil”, já disse o bolsonarista em ameaça à Corte.

Os políticos brasileiros são uma vergonha! Enquanto esta gente emporcalhar o sistema político brasileiro, o país não terá rumo. Existem algumas exceções. 

 

Golpista, Folha agora diz que Bolsonaro emporcalha o cargo

Do jornal Folha de S.Paulo

Em editorial publicado nesta quarta-feira 17, o jornal Folha de S.Paulo, que proibiu seus jornalistas de retratar Jair Bolsonaro como extremista de direita na campanha eleitoral e foi um dos principais agentes da mídia corporativa a inflar o golpe de estado contra Dilma Rousseff, agora diz que ele “emporcalha o cargo” de presidente da República.

Ao fazer a defesa aberta da saída de Bolsonaro do poder, o editorial enfatizou: “Resta um porém a impedir que se deixe de lado o debate do impeachment —trata-se da conduta insistentemente indecorosa de Bolsonaro, que emporcalha o cargo máximo da República como nenhum antecessor se atreveu a fazer”. 

“Está-se diante de um presidente que sabotou de todas as maneiras as políticas de saúde durante a pandemia; que declarou o intento de intervir em órgãos de segurança para proteger familiares; que apenas em recuo tático parou de insuflar atos contra os outros Poderes”, acrescentou a publicação. 

O editorial ainda disse que “estas, acima de qualquer cálculo político, recomendam que o Congresso exerça o papel que lhe cabe ante os desmandos do presidente. É necessário desengavetar e examinar às claras, conforme os trâmites legais, as dezenas de pedidos de impeachment que aguardam decisão do presidente da Câmara”.

Amoêdo apoia prisão de Daniel Silveira e pede impeachment de Bolsonaro

Das redes sociais

Até o fundador do Partido Novo, João Amoêdo, uma espécie de Bolsonaro de banho tomado, apoia a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ).

No Twitter, Amoêdo disse que as ofensas do bolsonarista ao Supremo Tribunal Federal são “lamentáveis” e falou sobre a fábrica de fake news na qual o deputado surfou para se eleger.

“O caso envolvendo o deputado bolsonarista é mais um episódio lamentável na nossa democracia”, afirma.

“Está na hora de acordarmos e nos colocarmos em defesa do Estado de Direito, pois nossa liberdade depende dele. Chega de vidas perdidas e ataques à nossa democracia. Impeachment já.”

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui