“Vamos nos vacinar, não tenham medo”, diz Monica Calazans, a primeira brasileira vacinada

0
71
(Charge pode isso 122)

Pode isso 122

Do 247

A enfermeira Monica Calazans, a primeira mulher a ser vacinada contra a Covid-19 no Brasil, pediu neste domingo 17, o apoio da população à campanha de vacinação. 

“Eu fui criticada com piadinha, memes, me chamaram de cobaia. Eu não sou cobaia, sou participante de pesquisa e to muito orgulhosa. Meu nome tá aí no mundo todo, 54 anos, negra, brasileira e participante de vacina. Vamos nos vacinar. Não tenham medo“, disse Monica Calazans, logo após ser imunizada com a primeira dose da vacina Coronavac. 

Mulher negra, torcedora do Corinthians e moradora de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, Monica Calazans trabalha na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo. Com obesidade, hipertensão e diabetes, ela faz parte do grupo de risco. 

Com seu uso emergencial autorizado na tarde deste domingo pela Anvisa, a Coronavac tem uma eficácia global de 50,38%, subindo para 78% para leves e, embora isso ainda precise de confirmação, aparentes 100% para moderados e graves.

E os bolsonaristas inconformados criticam a vacina. É a única maneira e parar a mortandade. Não existe tratamento precoce. A cloroquina e similares são lixo.

‘Saída da Ford é consequência da destruição do mercado interno’, diz Uallace Moreira

Do 247 

O economista Uallace Moreira repercutiu na TV 247 o anúncio da Ford de encerramento de sua produção de veículos no Brasil e o consequente fechamento de três fábricas, o que levará milhares de trabalhadores ao desemprego. De acordo com o especialista, a debandada da Ford, assim como de diversas outras empresas, evidencia que o mercado interno foi destruído e, além disso, prova que as promessas de melhora na economia por meio das reformas e do teto de gastos eram falsas.

“A crise da indústria automobilística, em particular a questão da Ford, é resultante e tem como um dos principais motivos a crise do mercado interno. A grande imprensa e muitos especialistas de mercado não querem reconhecer isso porque não querem reconhecer que o apoio à crise institucional pós-2015, o apoio às reformas trabalhista e da Previdência e o teto dos gastos não deram certo. 

Nessa tônica de reforma, reforma e reforma, ninguém questiona por que a reforma trabalhista até agora não gerou os seis milhões de empregos prometidos pelo Henrique Meirelles”, lembrou.

PGR exclui Bolsonaro e vai investigar governador e prefeitura de Manaus por colapso da Saúde

Do 247

O procurador Geral da República, Augusto Aras, determinou a abertura de inquérito no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra o governador do Amazonas, Wilson Lima, e a prefeitura de Manaus. 

O PGR quer investigar se houve omissão pela falta de oxigênio para pacientes de Covid-19. Segundo o portal jurídico Jota, Jair Bolsonaro não é alvo da investigação.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, foi avisado pelo menos 4 dias antes do colapso em Manaus sobre a escassez crítica de oxigênio. Segundo a Folha de S. Paulo, o aviso foi feito por integrantes do governo do Amazonas, pela empresa que fornece o produto e até por uma cunhada do ministro, que tinha um familiar “sem oxigênio para passar o dia”. Pazuello também foi informado sobre problemas logísticos nas remessas.

Os grandes culpados ficaram de fora da investigação. Isto é uma vergonha!

Bolsonaro também fracassa na educação e Enem tem 51% de abstenção

Agências

No mesmo dia em que foi humilhado na área da saúde, com o início da vacinação contra a covid-19, Jair Bolsonaro também perdeu na educação: o Enem 2021 foi um fiasco total, com a maior taxa de abstenção da história.

Realizado em meio ao aumento de casos de coronavírus no País, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 neste domingo 17, registrou abstenção de mais da metade dos inscritos.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 5.523.029 pessoas se inscreveram no Enem, mas apenas 2.680.697, menos da metade (48,5%), compareceram ao local de prova. Os ausentes somaram 2.842.332 (51,5%), o que representa a maior taxa de abstenção da história do exame.

Apesar do agravamento da pandemia e do aumento de contaminados e de mortos, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, classificou o Enem como um sucesso e culpou a imprensa pela abstenção histórica.

Apontem uma realização em prol do povo brasileiro. Em tempo: o auxílio emergencial partiu das oposições. A proposta do governo era de R$ 200.

Acredite se quiser: PGR manda Pazuello abrir inquérito para investigar colapso de saúde no Amazonas

Do UOL:

A PGR (Procuradoria Geral da República), por meio do procurador Augusto Aras, pediu para o Ministério da Saúde abrir um inquérito epidemiológico e sanitário, que tem como objetivo apurar causas e responsabilidades da crise no sistema de saúde de Manaus, em decorrência do aumento de casos de covid-19.

O pedido de Aras foi enviado ao Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e determina o esclarecimento das causas do colapso que geraram “estado de apreensão local e nacional quanto à falta de insumos básicos de saúde”. Hospitais de Manaus ficaram sem oxigênio para atender os pacientes de covid-19.

O propósito do procedimento, conforme enfatiza o procurador-geral, é permitir a definição de “diretrizes capazes de impedir a repetição do quadro registrado no Amazonas em qualquer outro ente da Federação”. A investigação sanitária deve também revelar se houve qualquer mudança no perfil do vírus que possa ter influenciado na dinâmica da pandemia.

O pedido inclui, ainda, a realização de auditoria junto às secretarias de Saúde de Manaus e do Estado do Amazonas, tendo como foco avaliar a existência de recursos financeiros suficientes, assim como a aplicação eficiente, o planejamento e a regularidade na aquisição de insumos para o enfrentamento da pandemia.

PQP: Que falta de vergonha na cara!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui