Busca incessante pela inovação e excelência é o legado de Horst Bremer, afirma presidente da FIESC

Industrial que presidia grupo H. Bremer faleceu no sábado 26, aos 73 anos, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo; em 2001, ele foi condecorado pela FIESC com a Ordem do Mérito Industrial de Santa Catarina, a maior homenagem da indústria catarinense e que havia sido instituída no ano anterior

0
51
Horst Bremer foi um dos fundadores do Simmmers, sindicato que representou como delegado na FIESC (Foto: grupo H. Bremer)

A busca incessante pelo desenvolvimento tecnológico, inovação e elevados padrões de excelência dos produtos de sua empresa marcaram a trajetória de Horst Bremer, afirmou o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, ao lamentar a morte do presidente do grupo H. Bremer, de Rio do Sul, no sábado, 26 de dezembro, no Hospital Albert Einsten, em São Paulo, aos 73 anos. Em 2001, ele foi condecorado pela FIESC com a Ordem do Mérito Industrial de Santa Catarina, a maior homenagem da indústria catarinense e que havia sido instituída no ano anterior. Além da H. Bremer e Filhos, o grupo é constituído pela Brevil e Marcovil Metalomecânica, Grubras e Bremer Berkes.

“O industrial Horst Bremer soube digna e exemplarmente conduzir os negócios fundados pelos seus pais, Hermann e Lilly, há 72 anos, colocando a H. Bremer entre as mais competitivas indústrias brasileiras do seu setor de caldeiras e aquecedores industriais”, destacou Aguiar. A H. Bremer e a Brevil possuem em torno de duas centenas de colaboradores. 

“Recebemos com pesar a notícia do falecimento do senhor Horst. Ele ajudou a desenvolver a indústria do Alto Vale, teve uma grande participação na criação tecnológica”, disse o vice-presidente da FIESC para o Alto Vale do Itajaí, André André Armin Odebrecht. “Desde cedo buscou para a empresa o que existe de mais moderno no mundo, o que ajudou também a desenvolver o empreendedorismo na região”, acrescentou. 

Horst Bremer era membro fundador e conselheiro do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Rio do Sul (Simmmers), do qual também foi delegado na FIESC. Ele deixa esposa, filhos, netos e bisnetos

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui