Equipes definem programação de trabalho para os próximos dias em Presidente Getúlio

O objetivo é liberar as ruas do centro da cidade e permitir o retorno das atividades comerciais e circulação de toda a população 

0
58
Tancredo Neves, local de recebimento e entrega de doações (Foto: ACPMPGEMEB )

Presidente Getúlio volta a ficar mais parecida com a cidade de uma semana atrás, antes da enxurrada. O trabalho de limpeza das vias e organização e distribuição de donativos permanecem.

Na EMEB Tancredo Neves, local de recebimento e entrega de doações, equipes atendem até às 12h, do dia 24, e retornam às 8h, do dia 26. Assim como nas atividades de limpeza, máquinas e caminhões.

Na sede administrativa, servidores voltam no dia segunda-feira 28. Na área da Saúde, atendimentos serão na Unidade Básica do Pinheiro, e nos dias 24, 25, 26 e 27, no Hospital e Maternidade Maria Auxiliadora.

Por conta do maior rendimento do trabalho no período noturno, bombeiros concentram as equipes nas ruas, de madrugada. O 1º tenente do Corpo de Bombeiros Militar, Rubens Babel, pede a compreensão da população. “Precisamos que as pessoas nos entendam, nesse período”, pede.

As equipes estão atuando 24 horas por dia para liberar as principais ruas do centro da cidade. Nesta quarta-feira 23, os trabalhos estão concentrados nas ruas Nereu Ramos, Alwin Horstmann e José Binder, as quais estão fechadas, não sendo permitido circulação nem estacionamento nesses locais.

Ainda, há trabalho de equipes do Corpo de Bombeiros Voluntários atuando na Praça Otto Muller, demandando interdição parcial da via. O pedido é para que as pessoas não estacionem no entorno da praça durante a operação de limpeza. O objetivo é liberar as ruas do centro da cidade e permitir o retorno das atividades comerciais e circulação de toda a população.

A Defesa Civil concentra-se no levantamento e vistoria de residências atingidas. Moradores de edificações que apresentam algum risco devem ligar 199.

Ministério do Desenvolvimento Regional repassa recursos

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou, nesta quarta-feira, o repasse de R$ 14,2 milhões ao município de Presidente Getúlio, atingido pela enxurrada na noite de quarta-feira 16. A informação foi publicada no Diário Oficial da União.

O recurso será utilizado no restabelecimento da cidade. Isso inclui limpeza, desobstrução e recuperação de vias públicas, reconstrução de pontes e boeiros, além do desassoreamento do leito do Ribeirão Revólver.

Outro aporte financeiro vem do Governo do Estado de Santa Catarina, que adiantou o depósito de R$ 3 milhões para a reconstrução de parte do Centro. O recurso será utilizado para revitalização e repassado em parcelas.

Calamidade Pública

O Governo Federal reconheceu o estado de calamidade pública em Presidente Getúlio. Isso reduz a burocracia quanto a compra e contratação de serviços. Além disso, também facilita o acesso aos recursos da União.

Segundo dados da Secretaria de Assistência Social do município, até agora 3.500 pessoas se cadastraram e estão aptas a receberem doações, pois foram afetadas pela enxurrada. No momento há três famílias no abrigo montado pela Prefeitura.

O bairro mais atingido foi o Revólver. Dezenas de moradores tiveram suas casas destruídas pela força da natureza. Há ainda o registro de 18 mortes.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui