Medidas de prevenção são essenciais no isolamento domiciliar em caso confirmado ou com sintomas

O Governo de Santa Catarina já distribuiu aos municípios pelo menos 225 mil testes rápidos e realizou mais de 200 mil testes PCR

0
85
Higienize as mãos após qualquer contato com contaminados (Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Secom)

Santa Catarina combate há quase cinco meses a Covid-19. Dos 11,3 mil casos ativos, 939 ocupam leitos de UTI no estado, segundo o boletim divulgado nesta quinta-feira 6. Isso significa que a maioria das pessoas está com sintomas mais leves e, por isso, se recuperam do vírus em casa. E quem se contaminou pode proteger as pessoas que moram na mesma residência com ações simples de prevenção. Atualmente, o Estado conta com 85,9 mil pessoas recuperadas do novo coronavírus.

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, ressalta que ir até um hospital com sintomas leves sobrecarrega o sistema e pode colocar o paciente e os demais em risco. “Mesmo sem realizar o teste, se você sentir sintomas gripais, deve se isolar em casa. Assintomática ou com sintomas leves, o indivíduo pode transmitir o vírus para pessoas de grupo de risco, que talvez tenham muito mais dificuldade em se recuperar. Ir até um hospital em caso de suspeita com sintomas brandos pode significar contrair de fato o vírus e colocar em risco pessoas que estão lá em busca de outros atendimentos”, alerta.

O Governo de Santa Catarina já distribuiu aos municípios pelo menos 225 mil testes rápidos e realizou mais de 200 mil testes PCR. Em caso de suspeita ou questionamentos, entre em contato com a vigilância epidemiológica municipal para checar a possibilidade de realizar o teste e tirar dúvidas.

Uma ferramenta que também pode auxiliar neste momento é o sistema de triagem online criado pelo Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina em conjunto com o Ciasc. A ferramenta, que já realizou 10 mil triagens, indica a gravidade dos sintomas e aponta o posto de atendimento mais próximo para contato. Do total realizado até o momento, 40,3% foram de sintomas moderados/graves, 49,6% de sintomas leves e 10,1% não apresentou qualquer sintoma que indicasse suspeita da Covid-19.

Confira abaixo medidas que ajudam na prevenção em casa quando há contaminação ou pessoas com sintomas:

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui