Rio do Sul adota novas recomendações sanitárias contra o Covid-19

Bares, restaurantes, lanchonetes e outros estabelecimentos têm horário de funcionamento reduzido

0
55
Evite aglomerações e use máscara em locais públicos, lojas e repartições públicas (Imagem ilustrativa)

Atendendo a recomendações da Comissão Intergestora Regional de Saúde do Alto Vale do Itajaí (CIR), o prefeito de Rio do Sul, José Thomé, decretou novas regras sanitárias na cidade como forma de reduzir a transmissão do coronavírus. Nesta segunda-feira 13, novas restrições foram colocadas em prática em diversos estabelecimentos e valerão, pelo menos, até o dia 27 de julho. Continua a exigência para que todos usem máscara em locais públicos como ruas, praças e parques, assim como para o acesso em estabelecimentos comerciais e repartições públicas.

Entre as principais medidas está a restrição de horário de funcionamento de alguns estabelecimentos como restaurantes, bares, lanchonetes e o comércio em geral. Todos os estabelecimentos comerciais deverão controlar o acesso de, no máximo, 50% da capacidade e adotar medidas sanitárias preventivas com álcool gel, uso de máscara e distanciamento.

A fiscalização continua por um núcleo formado por Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e fiscais da prefeitura. De início, quem descumprir as regras pode ter multa aplicada e, caso reincidente, nova multa e até mesmo a suspensão dos serviços por até cinco dias.

O prefeito José Thomé salienta que estas medidas sugeridas pela CIR estão em acordo com o desejo da prefeitura de Rio do Sul que é fortalecer as políticas públicas e privadas de controle da transmissão do coronavírus. Para ele, é importante que a sociedade cumpra seus deveres de usar máscara, evitar aglomerações, cuidar da limpeza das mãos com água e sabão ou álcool gel e sair de casa apenas quando necessário.

“Vemos muitas pessoas indo ao comércio ou ao mercado em grupos. Isso não deve acontecer. Deve sair de casa apenas uma pessoa para fazer suas atividades rapidamente. E queremos ainda maior controle nos locais como bares e restaurantes, evitando excessos que prejudiquem a todos. A saúde neste momento é o nosso principal foco, e precisamos que todos compreendam que não queremos a multa em si, mas sim, que a cidade esteja organizada e ciente de que é preciso se prevenir contra o coronavírus”, salienta.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui