Maia: governo Bolsonaro brinca com a morte e cria universo paralelo

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a manipulação dos dados sobre a Covid-19 pelo governo Bolsonaro e acusou: "Brincar com a morte é perverso". "Um ministério que tortura números cria um mundo paralelo para não enfrentar a realidade dos fatos", afirmou

0
129
Rodrigo Maia e Jair Bolsonaro (Foto: Câmara dos Deputados | PR)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), repudiou a iniciativa do governo Jair Bolsonaro de manipular as estatísticas sobre o coronavírus – deixou de publicar o total de confirmações e mortes provocadas pela doença desde o começo da pandemia.

“Brincar com a morte é perverso. Ao alterar os números, o Ministério da Saúde tapa o sol com a peneira. É urgente resgatar a credibilidade das estatísticas. Um ministério que tortura números cria um mundo paralelo para não enfrentar a realidade dos fatos”, escreveu o parlamentar no Twitter.

“A comissão externa da Câmara que trata da Covid-19 vai se debruçar sobre as estatísticas. É urgente que o Ministério da Saúde divulgue os números com seriedade, respeitando os brasileiros e em horário adequado. Não se brinca com mortes e doentes”, acrescentou.

De acordo com a plataforma Worldometers, que disponibiliza os dados de cada país infectados pelo coronavírus, o Brasil está em segundo lugar no ranking mundial de confirmações (691 mil casos) e na terceira posição em número de mortes (mais de 38,3 mil) provocadas pela doença.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui