Ação popular para a redução do salário dos políticos em meio à pandemia

O suplente de deputado Jorge Goetten entrou com ‘Ação Popular’ com o objetivo de reduzir os salários do dez vereadores rio-sulenses

0
171
Suplente de deputado Jorge Goetten (Foto: Divulgação)

O suplente de deputado federal, empresário Jorge Goetten tem buscado a efetiva participação dos políticos nos esforços de combate ao coronavírus, pandemia que tem exigido a participação de todos requerendo sacrifícios, principalmente financeiros, já que a paralisação das atividades têm atingido fortemente a economia nacional e do mundo. 

Trabalhadores dos mais diversos setores tiveram seus salários reduzidos e muitos outros perderam seus empregos. Para Jorge Goetten os políticos também devem contribuir com os esforços de redução de gastos, com cortes em seus vencimentos.

“Entramos com uma Ação Popular junto à Justiça de Rio do Sul, com o objetivo de reduzir os salários dos dez vereadores do município.

Já que o prefeito reduziu em 20% o próprio salário, o dos secretários e os dos cargos comissionados, era de se esperar que os vereadores também fizessem esse sacrifício e cortassem na própria carne. Mas tal situação não sensibilizou os edis”, explica Jorge.

Prosseguindo, o suplente de deputado federal destaca. “É incrível: enquanto trabalhadores e empresários estão fazendo todo tipo de malabarismo para sobreviver durante a pandemia, políticos fazem de conta que o problema não é com eles!

Por isso, ajuizamos esta Ação Popular pedindo que o Poder Legislativo do Município de Rio do Sul reduza os vencimentos dos vereadores em 20%, atendendo o princípio da legalidade, moralidade administrativa e isonomia em relação ao ato normativo editado pelo Executivo”.

Jorge, taioense de nascimento, veio para Rio do Sul ainda menino. Aqui se estabeleceu, adotou e foi adotado pela cidade. Formou família e com muito trabalho e esforços transformou-se em empresário de sucesso e muito tem contribuído para o progresso e desenvolvimento rio-sulense. Ele tem a política nas veias e participação ativa. Nas últimas eleições concorreu a uma vaga à Câmara Federal, apesar da expressiva votação, pelo efeito Bolsonaro, ficou na suplência. Atualmente reside em Navegantes, mas mantém empresas em Rio do Sul. Ele finaliza: “Em breve, vamos disponibilizar o modelo da Ação Popular que criamos, para que possa ser aproveitada por qualquer pessoa que queira fazer o mesmo em seu município”.

O JAV deixa espaço aberto aos vereadores que quiserem se manifestar sobre o assunto. (dacoljav@gmail.com). Com críticas ou apoio.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui