Câmara de Vereadores de Rio do Sul fez a primeira sessão a distância (Foto: Divulgação)

Câmara de Vereadores de Rio do Sul

O distanciamento físico é, neste período de pandemia pelo Covid-19, fundamental. Por outro lado, o município não pode parar e as decisões legislativas são legalmente imprescindíveis. A solução que a Câmara Municipal de Rio do Sul encontrou para unir estas duas necessidades foi com a tecnologia. Usando um processo de tramitação 100% digital, videoconferências e outras ferramentas de tecnologia da informação, o legislativo municipal trabalha por home office desde 19 de março. No entanto, as sessões continuam acontecendo, os projetos permanecem sendo criados e votados, todo o serviço interno continua.

Nesta segunda-feira 23, aconteceu a primeira sessão a distância de Rio do Sul. Cada vereador participou do processo legislativo de suas respectivas casas, usando da palavra como se estivesse na tribuna, discutindo e votando projetos. Não houve nenhum prejuízo ao processo legislativo – as proposições foram lidas e votadas normalmente, as discussões correram sem problemas.

Para o decorrer da quarentena, a Mesa Diretora deliberou que, enquanto durar isolamento social, as sessões acontecerão sempre às 10h, tanto as das segundas-feiras quanto as eventuais reuniões das quintas, devendo as comissões permanentes se reunirem nas segundas às 9h, de forma conjunta. Vale lembrar que o fato de os trabalhos serem realizados a distância não isenta os legisladores de suas obrigações – eventuais faltas nestas deliberações remotas acarretarão em desconto no subsídio do vereador.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui