Programa Empreender Competitivo (Imagem Divulgação)

O Programa Empreender Competitivo gerou um grande incremento na economia catarinense, consolidando cada vez mais a potência dos Núcleos Setoriais das Associações Empresariais do Estado no desenvolvimento das empresas. Essa é a avaliação do diretor do programa pela FACISC, Allan Kreutz, após divulgação dos resultados de 2019.

Em realização conjunta com a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) e Sebrae Nacional, o edital lançado em 2017 alcançou 233 empresas catarinenses que fazem parte de 22 Núcleos, de 12 associações empresariais ligadas ao Sistema FACISC.

“Desse total, cerca de 50 empresas têm ligação com a Associação Empresarial de Rio do Sul – ACIRS, por meio de cinco Núcleos Setoriais: de Arquitetos, de Gastronomia, Núcleo de Inovação, de E-commerce e de Tecnologia da Informação”, contabiliza a consultora de Núcleos da ACIRS, Danieli Staroscky.

Ao todo foram realizadas 65 ações entre capacitações, feiras, missões, além de visitas técnicas para o constante suporte e o acompanhamento das ações junto aos gestores locais. O gestor dos Projetos da FACISC, Gil Monteiro Goulart, e as técnicas Patrícia Rego, Gabriele Oliveira e Anna Maurer da CACB percorreram quase quatro mil quilômetros em visitas às entidades contempladas. O investimento total aos projetos chegou a R$ 2.870.329,51.

Devido ao resultado acima do esperado e a eficiente execução foi obtida a oferta de acréscimo dos recursos a serem investidos em 2020 e do prazo para o desenvolvimento de novas ações.

EMPREENDER COMPETITIVO: é a oportunidade para as empresas que necessitam de apoio para desenvolver ações que melhorem a sua competitividade. Dentre essas ações estão consultoria para a melhoria dos processos, capacitação dos presidentes e funcionários, participação de visitas técnicas, certificações, participação em missões, marketing, estudo de mercado, entre outras.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui