Audiência pública apresentará novo diagnóstico das áreas de risco de Rio do Sul

Estudo durou cinco meses e avaliou 15 espaços que exigem atenção por parte da Defesa Civil nos últimos anos

0
186
(Imagem Audiência Pública)

A Prefeitura de Rio do Sul realiza na próxima segunda-feira 16, audiência pública de apresentação do novo estudo de áreas de risco do município. Uma empresa especializada realizou uma análise de estabilidade e projetos de contenção em 15 áreas de risco de Rio do Sul, e este trabalho será apresentado à comunidade em reunião marcada para o Instituto Federal Catarinense (IFC), que fica na Rua Mafalda Ligner Porto, no Bairro Progresso, a partir das 18h.

Rio do Sul tem 15 áreas de risco e em algumas delas não é permitido qualquer tipo de edificação ou intervenção. O novo estudo apresentará um diagnóstico de engenharia de cada um destes espaços e a possibilidade de novas classificações e serviços. A audiência pública será conduzida pelo geólogo, Vitor Santini Müller, da empresa Similar Engenharia, contratada para o estudo que durou em torno de cinco meses.

O secretário de Gestão de Governo, Cristian Stassun, cita que este é um grande trabalho para a área de Defesa Civil da cidade. Em muitos casos, as áreas de risco eram consideradas impróprias para qualquer tipo de edificação, inclusive exigindo a saída imediata dos moradores. “Com o novo estudo, vamos detalhar as possíveis atividades em cada um dos espaços, pois subsidia o trabalho da Defesa Civil sobre a segurança das áreas de risco”, explica.

A Defesa Civil de Rio do Sul fez uma força tarefa de divulgação da audiência pública principalmente para as regiões onde existem as áreas de risco. É importante que o proprietário ou morador compareça para tirar dúvidas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui