PRF divulga Bbalanço Operação Proclamação da República 2019

Quatro vítimas fatais registradas na Operação ocorreram devido a colisões em pista simples

0
323
Na operação foram flagrados 332 motoristas conduzindo sob efeito de álcool (Foto: PRF/SC)

Terminou a meia-noite do domingo 17e ontem, em todo o Brasil, a Operação Proclamação da República 2019, que começou a zero hora dade quinta-feira, dia 14. Nos quatro dias de operação, em Santa Catarina a PRF registrou 123 acidentes, com 150 pessoas feridas e quatro04 mortes. Em comparação com o mesmo período do ano passado, houve aumento no número de acidentes e feridos, mas queda no número de mortes: 

             15 a 18/11/18           114 a 17/11/19 Variação. 

Acid.         98                     123 + 25,5 %

Feridos    113                       150 + 32,7 %

Mortos     05                         04 – 20 %

Todas as quatro vítimas fatais registradas na Operação ocorreram devido a colisões em pista simples: quinta-feira, dia 14, na BR 282 em São José do Cerrito, sexta-feira dia 115, na BR 470, em Gaspar e na BR 282, em Xanxerê, e ainda no sábado 16, na BR 470, em Pouso Redondo.

Durante os cinco dias de operação em SC, a PRF lavrou 3.467 autos de infração por irregularidades previstas no CTB. Destes, 332 foram para motoristas conduzindo sob efeito de álcool, 252 por ultrapassar em local proibido e 466 por não usar o cinto de segurança.

Na área criminal, 40 pessoas foram presas por motivos diversos nas rodovias federais do Eestado. A PRF apreendeu também 1.500 quilos de maconha na BR 101 em Joinville e duas armas com 54 munições em Paulo Lopes.

Ainda durante o feriadão, a PRF promoveu 30 ações educativas, sensibilizando 1.134 pessoas para a importância de um trânsito seguro.

Embriagues

A Polícia Rodoviária Federal flagrou 332 motoristas embriagados de 14 a 17 de novembro, feriadão da Proclamação da República.

Alguns casos chamaram a atenção dos policiais: reincidência, taxista e colisão frontal contra viatura da PRF.

Na 6ª feira de madrugada, em Palhoça, na BR 101, um motorista simulou uma quebra do automóvel ao ver a fiscalização. Abordado, se recusou a fazer o teste de alcoolemia e confessou ter bebido. Durante a fiscalização foi constatado que ele havia sido flagrado embriagado em agosto deste ano, no mesmo local.

Na noite de sábado, em Palhoça, na BR 101, policiais rodoviários federais flagraram o motorista de um táxi embriagado. O resultado do teste foi 0,25 mg de álcool por litro de ar.

No domingo, em Corupá, na BR 280, por volta de 16h10, o motorista embriagado de uma caminhonete colidiu contra a viatura da PRF, causando lesões leves em um policial. O teste de embriaguez apontou 0,54 mg de álcool por litro de ar.

Ultrapassagens

Policiais rodoviários federais realizaram intensa fiscalização de ultrapassagem nas rodovias federais catarinenses no feriadão da Proclamação da República. Foram flagrados 252 motoristas ultrapassando em local proibido nos quatro dias de operação.

Há que se ressaltar que ocorreram quatro mortes durante a Operação Proclamação da República. Os quatro acidentes fatais ocorreram nas BR 282 e 470, ambas rodovias de pista simples. Três acidentes fatais foram colisões frontais, acidente típico causado por ultrapassagem em local proibido; o outro acidente fatal foi uma colisão transversal.

A infração de ultrapassar em faixa amarela contínua é infração gravíssima, com multa de R$ 1.467,35. Em caso de reincidência em 12 meses, a multa é dobrada.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui