Afinal, existe leite materno fraco? Especialista responde

Como é difícil medir a quantidade de leite sugada, pode haver a impressão de que o bebê mama pouco

0
137
A mãe pode até ter redução da produção em algumas situações, como de estresse ou cansaço, mas o leite é sempre igual (Foto: Reprodução / An Infinite Moment Photography)

Uma das maiores preocupações durante a amamentação é se o leite materno está atendendo às necessidades nutricionais dos bebês e crianças. Não é difícil encontrar pessoas que dizem que algumas mães têm “leite fraco”, ou seja, insuficiente para as demandas do pequeno. Mas será que isso realmente existe? Descubra:

Existe leite fraco?

Nenhuma mãe produz “leite fraco”, já que o organismo cria a substância em quantidade e qualidade ideais para a criança ou o bebê. “Esse é um dos maiores mitos acerca da amamentação”, ressalta a pediatra neonatologista Mônica Carceles, da Maternidade Pro Matre Paulista.

Como é difícil medir a quantidade de leite sugada, pode haver a impressão de que o bebê mama pouco, ainda mais se ele chorar muito. Porém, a produção sempre se regula à demanda, sendo suficiente na maioria dos casos, e o choro é completamente normal, visto que é a única forma de comunicação do pequeno com o mundo nos primeiros meses de vida.

“A mãe pode até ter redução da produção em algumas situações, como de estresse ou cansaço, mas o leite é sempre igual”, ressalta a médica.

Ainda assim, a amamentação é influenciada por fatores externos, como a facilidade pela a criança tem para sugar o seio e a frequência do aleitamento.

Fonte: IG – Por Bruno Botelho dos Santos

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui