Biribinha alegrou os visitantes (Foto: Divulgação)

O novo Parque e Centro de Eventos Manoel Marchetti esteve lotado nos três dias da 32ª Feira de Oportunidades promovida pela Viacredi Alto Vale. Com uma programação diversificada e mais de 110 estandes de cooperados movimentando contatos e negócios, a comunidade do Alto Vale do Itajaí abraçou a ideia e se fez presente.

Ao chegar no parque, as bandeiras tremulando, as cores do playground, os balões gigantes e as mesas da praça de alimentação solidária lotadas de famílias, já davam uma amostra de tudo que o público veria no evento. Em cada espaço, uma pessoa para ajudar, um colaborador para dar atenção, um monitor para tirar dúvidas e atenção em cada detalhe.

“Estamos com as expectativas atendidas e com uma satisfação ainda maior: ver o público saindo e confirmando que estava tudo muito bom. Isso baseado nos depoimentos das pessoas que frisaram a qualidade das apresentações e a qualidade dos estandes”, comentou a Diretora Administrativa da Viacredi Alto Vale, Joice Uhlmann.

Expositores destacam movimentação intensa

A cada aperto de mão, um sorriso, um bom papo e logicamente um possível negócio. Assim sentiram-se os expositores da 32ª Feira de Oportunidades. Muitos conhecidos, também várias pessoas de outras cidades em uma movimentação contínua e estandes sempre cheios. “Olha, dentre outras feiras que já participei, essa está muito intensa e com muito movimento. Muitas visitas agendadas, muitas dúvidas tiradas. Acredito que vamos superar os investimentos feitos para estarmos aqui”, destacou o expositor Clislei José Marques.

Já o expositor Matheus Cordeiro, da empresa J5 Comunicação Visual, lembrou a parceria com os outros expositores: “nós entramos na Feira já com vários negócios feitos, porque muitos estandes fomos nós que personalizamos. E com tanta diversificação, todos nós ajudamos”.

Thuane Gonçalves, da Ira Bolos e Salgados, destacou como é importante ter a oportunidade de mostrar os produtos: “Nós não temos espaço físico, fazemos doces e salgados por encomenda. Então é ótimo, pois é uma chance de conquistar mais clientes, além de reforçar o contato e conhecer pessoalmente aqueles que já encomendam nossos produtos”, contou.

A diversidade de negócios também é um destaque da 32ª Feira de Oportunidades. A cooperada Aline de Souza destacou a saúde em seu estande. “É a primeira vez que eu participo e estou feliz porque o propósito era de falar sobre autoestima, sobre bem-estar, e o próprio ambiente propicia isso”, frisou Aline, que atua na área de biomedicina e estética. Ela também ressaltou a relevância da divulgação: “minha área de atuação não permite divulgação de serviços, somente conteúdo. Então aproveito o espaço para me aproximar das pessoas, falar sobre saúde e qualidade de vida, e ser mais conhecida, já que estou há apenas dois anos na cidade. Então, esse é o momento de semear”, concluiu.

Público relata organização como ponto principal

Organização é a palavra chave para o público. Muita gente, entretanto, pouca fila. E os relatos se estendem aos expositores. O almoxarife Diego Scharf, acompanhado do filho Matheus, ansioso para brincar nas recreações infantis, destacou a organização. “Está tudo muito bem feito, inclusive os detalhes. Vim acompanhar tudo e conhecer novos negócios aqui da nossa cidade”, disse o ibiramense Scharf.

Já a professora Jennifer Aline Assis, de Rio do Sul, deu ênfase ao atendimento. “Todos os expositores estão muito preparados. O atendimento está muito bom, mesmo com a grande quantidade de pessoas. Valeu muito a pena ter vindo”. Roberto Monteiro Assis, falou sobre a situação econômica: “Mesmo com as dificuldades econômicas atuais, os expositores investiram muito. Então, a Feira se torna uma forma de superar a crise”, constatou.

A qualidade do trabalho dos expositores foi ratificada pelo Diretor Executivo da Viacredi Alto Vale, Ricardo da Silva: “Os expositores capricharam muito. Deixaram o evento ainda mais bonito e nos deram o retorno positivo desde os primeiros contatos já na sexta-feira”.

Ricardo da Silva ainda contou sobre o quanto as famílias abrilhantaram a 32ª Feira de Oportunidades. “O ambiente mostrou de fato nosso propósito que é fazer a diferença na vida das pessoas com o equilíbrio econômico e social, além de proporcionar a integração das pessoas com a presença das famílias e a valorização da cultura local”.

Sobre o contato com os expositores em cada momento, desde a organização e inscrição, até o atendimento ao público, Ricardo ressaltou o envolvimento e a expertise. “Os nossos cooperados expositores tiveram que se preparar para estar aqui. Eles nos dizem o quanto pesquisaram para desenvolver um bom trabalho. Alguns estiveram até em outras feiras para entender o comportamento das pessoas e trazer novidades para nosso evento”. 

O Diretor Executivo da Viacredi Alto Vale concluiu destacando que: “A Cooperativa tem seu olhar voltado para a comunidade. Do ponto de vista econômico, vamos criar comunidades melhores para nossos filhos, e do ponto de vista social vamos deixar filhos melhores para o nosso mundo”, finalizou.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui