Convênio entre Fusavi e prefeitura de Taió é renovado

Além dos casos de urgência e emergência o atendimento no PS é geral

0
582
Reunião de renovação do convênio Fusavi/prefeitura de Taió (Foto: Orlando Pereira)

Os pacientes do município de Taió voltaram a ser atendidos no Pronto-socorro do Hospital Regional Alto Vale de Rio do Sul, a partir desta terça-feira 12. O acerto deu-se durante reunião da diretoria da Fusavi (Fundação de Saúde do Alto Vale do Itajaí) e o prefeito Almir Guski, intermediada pelo deputado estadual Milton Hobus. Participaram os vereadores Jaci de Liz e Klaus Dieter Diel; os secretários municipais de Finanças, Elves Schreiber e da Saúde, Rozi de Souza; os assessores jurídicos da Fusavi, Marcos Zanella; da prefeitura de Taió, Cleonir Mateuci; e da Amavi, Kleidi Fiamoncini. Ainda o presidente da Fusavi, Giovani Nascimento e o vice, Osmar Peters; e o diretor-geral do hospital, Sigfried Hildebrand.

Apenas os casos de urgência e emergência vinham sendo atendidos no PS já que o convênio estava vencido. Na reunião desta segunda-feira foi definido que a prefeitura vai repassar um determinado valor para cada paciente atendido na unidade. Nascimento explicou que isso não se aplica nos casos de urgência e emergência, pelos quais o hospital recebe do Sistema Único de Saúde (SUS). Também houve negociação para o pagamento dos valores em atraso. “O prefeito entendeu como funciona, assim como outros da região, que estão renovando o convênio”, observou o presidente.

Guski adiantou que mesmo com o projeto de lei, que autoriza a assinatura do convênio não ter sido encaminhado à Câmara de Vereadores, o acordo está autorizado. “Falta apenas definir o valor das parcelas em atraso e o prazo para a quitação”.  O prefeito ressaltou que é importante para o município de Taió. “As consultas não emergenciais continuam sendo realizados nos ambulatórios e no Pronto-socorro do nosso hospital, com quem mantemos um convênio”.

O deputado Milton Hobus enalteceu o acerto entre a Fusavi e a prefeitura. “É importante porque não apenas a população de Taió e de outros municípios precisam do Hospital Regional e vice-versa”. Na qualidade de primeiro presidente da Fusavi, ele sabe a importância que representa esse convênio, que existe desde 1994, como forma de garantir o atendimento no PS.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/javinfbr/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 997

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui