Recapeamento da Estrada Boa Esperança iniciou nesta terça 9

Obra faz parte da reestruturação de trânsito de acesso ao Fundo Canoas e Progresso em Rio do Sul

0
118
Recapeamento está sendo aplicado entre o túnel e a Rua João Hoffmann

Começou nesta terça-feira 9, o recapeamento asfáltico de parte da Estrada Boa Esperança, no Bairro Fundo Canoas. O trecho de aproximadamente 500 metros entre o túnel nas imediações da BR 470 e a Rua João Hoffmann será recuperado para atender a necessidade de toda a obra de melhoria de acesso aos bairros Fundo Canoas e Progresso. O trabalho começou cedo, por volta das 5h30. Durou o dia todo, sendo interrompido nos momentos de maior fluxo de trânsito.

O recapeamento das vias continua durante toda a semana, inclusive no próximo feriado de Nossa Senhora Aparecida na sexta-feira (12 de outubro) e, no fim de semana, sempre sujeito às condições do tempo. As obras no acesso à Rua João Hoffmann continuam simultaneamente.

Vários trechos da via serão duplicados para ter uma melhor fluidez de trânsito, reduzindo pontos de parada para quem vem do centro ao bairro, ou o sentido contrário. As ruas Benedito Novo e Rio Negrinho, no Bairro Progresso terão seu acesso alterado. O custo aproximado da obra é de R$ 500 mil, sendo que metade deste valor será custeado pela prefeitura. O restante é de responsabilidade da iniciativa privada.

A obra envolve trabalho de readequação de trevos, nova cobertura asfáltica, instalação de muro dividindo as pistas em alguns trechos, sinalização de faixas e instalação de nova sinalização. O trânsito lento nos últimos dias no local tende a diminuir quando o serviço estiver concluído, e na opinião do secretário de Infraestrutura, Aldonir Xavier, a inauguração de um empreendimento comercial e a alteração da rota de trânsito fez com que o trânsito ficasse mais lento. “Acredito que naturalmente, com a obra pronta e os motoristas mais acostumados, vamos sentir uma melhora considerável.

O prefeito de Rio do Sul, José Eduardo, salienta que esta obra deverá ajudar muito na melhoria do trânsito daquela região. “A redução de pontos de parada, tanto para moradores do bairro, como para quem vai do centro para os bairros foi o principal pedido da comunidade. E adequamos isto no projeto junto com as necessidades dos novos empreendimentos em construção e também que o trânsito de saída da BR-470 não fosse prejudicado”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui