Preso o acusado de matar o professor indígena Marcondes Namblá

O suspeito Gilmar César de Lima admitiu ser o autor do crime

0
317

Policiais civis de Santa Catarina prenderam na manhã desta sexta-feira 12, em Gaspar, um rapaz de 23 anos suspeito de matar a pauladas, o professor indígena Marcondes Namblá, 36 anos. O crime ocorreu na madrugada do primeiro dia do ano e teve grande repercussão depois que imagens registradas por câmeras de segurança vieram a público.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito Gilmar César de Lima admitiu ser o autor do crime. Segundo a polícia, Lima teria antecedentes por crimes como homicídio qualificado, roubo, furto, lesão corporal e receptação. O delegado-geral adjunto da Polícia Civil em Santa Catarina, Marcos Ghizoni, já havia confirmado que “o índio foi morto pelo que chamamos tecnicamente de motivo fútil”. Mas a investigação vai apurar se a versão do suspeito, de discussão por causa de um cachorro, realmente teria sido o motivo do crime.

De acordo com o delegado, Lima já era procurado antes mesmo de matar o professor indígena e havia um mandado de prisão em aberto contra ele, por tentativa de homicídio. Ele foi encontrado escondido na casa de uma irmã, a cerca de 50 quilômetros do local onde Namblá foi morto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui