MPF/SC se reúne para definir regras das eleições na Terra Indígena La-Klãnõ

0
436

Votação acontece neste domingo, dia 20, nas comunidades indígenas de José Boiteux e Vitor Meireles

Na quarta-feira, 16 de agosto, na sede da Procuradoria da República no Município de Rio do Sul, foi realizada reunião com a presença das lideranças e do juiz da Terra Indígena La-Klanõ, da coordenadora técnica local da Fundação Nacional do Índio – FUNAI de José Boiteux e da procuradora da República Lucyana Marina Pepe Affonso, para definir as regras das eleições para caciques regionais e cacique presidente, que serão realizadas no próximo domingo, dia 20 de agosto de 2017.

A Constituição Federal e normas internacionais determinam ser obrigação do Estado incentivar o fortalecimento da organização social, cultura e instituições próprias indígenas.

A Terra Indígena La-Klãnõ é constituída pelas Aldeias Plipatol, Coqueiro, Palmeira, Figueira, Sede, Pavão, Toldo e Bugio. Localizada entre os municípios de José Boiteux, Vitor Meireles, Doutor Pedrinho, Itaiópolis e Rio Negrinho, a Terra Indígena Ibirama-La Klãnõ foi criada inicialmente em 1926, pelo Governo do Estado de Santa Catarina, e posteriormente demarcada por Decreto Presidencial s/n de 15/02/1996 (DOU 16/02/96).

Possui atualmente, área declarada de 37.108 ha, na qual vive uma população de mais de 2.000 indígenas e é integrada por três etnias: Xokleng, Kaingang e Guarani.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui