Resíduos de fundição poderão ser utilizados em obras públicas

0
517

Economia e responsabilidade ambiental. Foram estes dois pilares que nortearam o vereador Marcos Norberto Zanis, o “Marcão”, a criar o projeto de lei, que foi aprovada nesta segunda-feira 24. Após sua sanção e publicação, ficará autorizada a utilização das areias descartadas do processo industrial de fundição pelo município, em outros setores ou produtos de interesse da administração pública, como produção de concreto asfáltico, artefatos de concreto, assentamento de tubulação e de artefatos para pavimentação, base, sub-base, reforço de subleito para execução de estradas, rodovias, vias urbanas e coberturas diárias em aterro sanitário.

Em sua fundamentação, o vereador cita que a prática já é utilizada em outros países, e que é uma iniciativa ecologicamente correta. “Esta prática já está liberada pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente, e já se fabrica lajotas usando uma porcentagem deste material em algumas cidades vizinhas. Com esta ideia ainda se evita despejar este resíduo em aterros”, afirmou Marcão.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui