Câmara de Vereadores de Rio do Sul poderá ter TV aberta própria gratuita

0
640

Solicitação feita ao presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, deputado estadual Silvio Dreveck, e à diretoria de comunicação da Alesc

Francisco Goetten, presidente da Câmara Municipal de Rio do Sul, protocolou ontem (03-05-17) solicitação para que Rio do Sul tenha um canal próprio de tevê com sinal aberto. Com a intenção de fazer parte da Rede Legislativa, a iniciativa terá aparelhagem custeada pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), sem custos para o município.

A solicitação foi feita ao presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, deputado estadual Silvio Dreveck, e à diretoria de comunicação da Alesc. O ofício pede que o município seja incluído na Rede Legislativa, que já contempla 42 cidades no país. A parceria poderá proporcionar um novo canal de TV aberta em Rio do Sul, com programação da Alesc, da Câmara Federal, do Senado Federal e da Câmara Municipal, inclusive com transmissão ao vivo das sessões ordinárias e outras reuniões dos vereadores. Os equipamentos seriam licitados pela Alesc, tendo o município apenas a contrapartida do local para instalação da antena e energia elétrica. De acordo com Jair Antônio Corrêa, responsável técnico da TVAL, o preço de todos os equipamentos pode chegar a R$ 1 milhão, enquanto a concessão de um canal de TV aberta pode passar de R$ 2 milhões. Entretanto, da forma conveniada proposta pelo Poder Legislativo, nenhum real deste montante será gasto pela Câmara de Vereadores de Rio do Sul.

O deputado estadual Silvio Dreveck, presidente da Alesc, confirmou o apoio ao que Rio do Sul tem pleiteado. “Certamente nós daremos os encaminhamentos necessários nos próximos dias, e esperamos que em breve possamos contemplar não só Rio do Sul, mas também toda a região com informações tanto da Câmara de Vereadores quanto da Assembleia Legislativa”, declarou. O deputado ainda parabenizou o presidente e os demais vereadores rio-sulenses. “É um projeto inovador e Rio do Sul será um modelo para nós, não só na região mas em toda Santa Catarina”, completou.

A Rede Legislativa de TV possui mais 82 canais autorizados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. As câmaras municipais parceiras da Rede Legislativa nas cidades onde há consignação se preparam para colocar as emissoras no ar. Outros 372 canais foram solicitados pela Câmara dos Deputados ao Ministério para dar prosseguimento à expansão da Rede.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui