Lançado a pedra fundamental do bloco de Saúde da UNIDAVI

0
1498

A nova construção vai abrigar o novo curso de Medicina do Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí, em Rio do Sul

O governador Raimundo Colombo e o secretários das Agência de Desenvolvimento Regional (ADR), prefeitos e outras autoridades participaram da cerimônia para o lançamento da pedra fundamental do bloco da Saúde, que vai abrigar o novo curso de Medicina do Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí, em Rio do Sul. O evento reuniu deputados, lideranças médicas e políticas, além da imprensa e comunidade.

O investimento na estrutura de 6.000m² de área construída, que ficará totalmente pronta até novembro, vai somar mais de R$ 6 milhões e alavancar o desenvolvimento de toda a região. O vestibular do curso de Medicina deve acontecer em junho e as aulas começarão em agosto.

Para o reitor da Unidavi, Célio Simão Martignago, o momento foi um marco histórico para o Alto Vale. “A criação do curso de Medicina e de outros que serão implantados na área da saúde, será muito importante. Hoje temos uma população de quase 300 mil habitantes e que precisa de um atendimento mais personalizado, através dele poderemos garantir esse atendimento mais digno”.

Cerimônia de lançamento da pedra fundamental, governador Colombo e o reitor Célio Simão Martignago (Foto: Helena Marquardt)

De acordo com o governador, a cidade será bastante beneficiada. “Os hospitais melhoram a sua capacidade e com isso a universidade cumpre na plenitude o seu papel estratégico de desenvolver todos os setores da região. É um passo muito importante e o Governo do Estado vai ajudar a Unidavi no que for preciso para que o curso se estabeleça o quanto antes. Se antes os jovens tinham que ir para outros centros em busca de formação em Medicina, agora isso não será mais preciso, pois logo poderão formar-se aqui.”

Durante o lançamento da pedra fundamental, cimentada por Martignago e Colombo, houve também a colocação de duas cápsulas do tempo que serão abertas daqui a 100 anos. Elas continham o decreto que autoriza o funcionamento dos cursos de Saúde pela Unidavi, além de fotografias atuais da universidade.